Quais são os perfis ideias para aqueles  que desejam aproveitar o melhor que o Scriptcase tem a oferecer?

Neste post analisaremos a questão dos perfis, e é claro, mostraremos como essa ferramenta se comporta diante das diversas características e aptidões dos seus usuários.

Bem, antes de darmos continuidade, lhe convido a refletir um pouco sobre “Qual é o meu perfil?

Pode soar um tanto quando generalista, mas existem dois grandes grupos de indivíduos que podem usar e aproveitar muito bem a ferramenta Scriptcase. No entanto, antes de falarmos sobre eles, é necessário deixar claro que existem alguns requisitos essenciais para todos aqueles que desejam utilizar esse ambiente de desenvolvimento.

Dito isto, apresento os conhecimentos indispensáveis para usar o Scriptcase:

Primeiramente, se faz deter um conhecimento, ainda que seja elementar, de lógica de programação e SQL.

Lógica de programação é uma técnica utilizada para desenvolver instruções em uma sequência visando atingir determinados objetivo, é a base organizacional e de planejamento, e somente conhecendo-se consegue viabilizar a construção de um sistema, programa ou software.

Construir sistemas dentro do Scriptcase sem conhecer lógica de programação não é algo necessariamente impossível, porém demanda maior esforço, além do mais, o Scriptcase dispõe de todo uma gama de recursos relativos a programação que, se forem bem empregados, contribuirão na construção de aplicações mais completas e bem estruturadas.

No que tange programação, o SC dispõe em seu ambiente diversas opções , tudo isso para que você tenha liberdade de adicionar suas próprias regras de negócio e customizar o sistema de acordo com a necessidade de cada projeto. Integração com bibliotecas externas, IDE de programação (Blank), Eventos, Macros… são alguns dos recursos disponíveis.

program

SQL é propriamente a linguagem padrão universal para se manipular banco de dados relacionais por meio dos SGBDs (Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados Relacionais), fora que, essas SGBDs dispõem de uma interface que possibilita o acesso a banco de dados através do uso da linguagem SQL, claro que podendo ter algumas variações, porém, saber SQL é totalmente fundamental, já que é utilizada para interagir com o SGBD e executar várias tarefas como inserir e alterar registros, criar objetos no banco de dados, gerenciar usuário, consultar informações, controlar transações, etc.

O Scriptcase desenvolve aplicações baseadas em tabelas, sendo assim, um banco de dados bem estruturado, além de evitar retrabalho, aproveitará a geração de aplicações em lotes da nossa ferramenta e encaminhará alterações necessárias apenas para as aplicações chaves específicas.

Alguns outros conhecimento que não são necessariamente indispensáveis, porém recomendados, seriam em PHP, CSS, HTML e JavaScript.

O Scriptcase utiliza HTML, PHP, CSS, JS e JQuery ao longo do desenvolvimento, logo a grande sacada é saber um pouco sobre cada ferramenta para melhorar a qualidade da sua aplicação, aprimorando os elementos que se  precisa, sem necessariamente exigir um conhecimento avançado.

html-css-js-php-jquery

Cientes desses aspectos agora, podemos prosseguir para identificar quais são os dois grandes grupos de indivíduos que podem usar e aproveitar muito bem a ferramenta Scriptcase, são eles:

Grupo 1 – Especialistas

Seriam aqueles indivíduos que já dispõem de uma boa bagagem relacionada a desenvolvimento web, conhecimento em banco de dados ou  programação.

Geralmente pessoas que ocupam cargos gerenciais, Gestores de TI, Coordenadores de TI,

Analistas de Sistemas, Programador Senior, etc. Ou seja, são aqueles que já detém um sólido repertório, e que conseguem via Scriptcase, facilitar o trabalho, diminuir o tempo e os custos envolvidos no processo de desenvolvimento.

  • DBAs

– Data Base Administrator é aquele profissional encarregado pelo banco de dados. Sua função é administrar todo o processo de manutenção, construção, gerenciamento e monitoramento do sistema de banco de dados.

  • Front end

– É o profissional responsável pelo desenvolvimento da interface, ou seja, é aquele que se encarrega pela parte da aplicação com a qual o usuário interage de forma direta. Ele se preocupa com a manutenção, construção e adaptação da interface, muito baseado pela experiência dos usuários. Tem conhecimentos em HTML, CSS e JavaScript, podemos dizer que é aquele designer que tem conhecimentos em programação.

  • Back end

– Como já é de se presumir pelo nome, é o profissional responsável pela parte ‘trás’ da aplicação, é o que se encarrega de construir as regras de negócio. Geralmente apresenta conhecimento em linguagens como C#, Java, PHP, Python, Ruby, entre outras.

  • Gerente de Projetos

– Esse é o responsável por coordenar toda as rotinas de um projeto, ele se compromete em estabelecer todo uma rotina de etapas, metas e objetivos a serem efetivados, também cabe a ele definir qual ferramenta e metodologia que mais se encaixa no projeto.

  • Tester

– Esse tipo de profissional pode ter várias funções, no entanto, de forma geral, ele é aquele encarregado em deixar o software com a menor quantidade de bugs possíveis, como o nome já sugere, ele testa o que é produzido e os desenvolvedores corrigem caso encontre algum bug, tudo isso repetidas vezes até o momento em que o produto esteja pronto para ser entregue ao cliente final com qualidade satisfatória.

Grupo 2 – Generalistas

Seriam aqueles que dispõem de muita bagagem relacionada a desenvolvimento web, conhecimento em banco de dados e programação. Geralmente apresentam um perfil de quem conhece ‘de tudo’, tendo conhecimentos de nível profundo ou não, conseguem balancear seu repertório técnico para reduzir seus custos e tempo de desenvolvimento.

  • Full Stack

– É aquele tipo de profissional que consegue trabalhar tanto Front-end (interface, UI, corte) quanto Back-end(servidor, banco de dados, modelagem, programação, estruturação de dados e implementação), consegue receber, entender e entregar um projeto completo praticamente sozinho. Pode-se dizer que é aquela pessoa que carrega uma gama diversa de conhecimentos e consegue atuar nas diversas necessidades dentro.

Ainda ouso acrescentar um terceiro perfil que se relaciona aos dois já citados anteriormente.

Perfil 3  no Scriptcase- Intermediários

Aqui me refiro a aqueles profissionais que apresentam características de ambos os grupos citados acimas, porém sem se encaixar propriamente em nenhum dos dois. Aproximando ainda mais essa informação, nós temos diversos exemplos de programadores que mesmo apresentando essas características, conseguem produzir sistemas muito bem estruturados com a solução, sejam das mais diversas áreas e contextos, como médicos (sistema de agendamentos de consultas) , funcionários de Departamentos Financeiros (extração de relatórios gerenciais) , profissionais sem formação na área de TI, freelancers, entre diversos outros.

Isso quer dizer que qualquer pessoa que carregue consigo os pré-requisitos mínimos, que esteja disposto a aprender, que simpatize com a área de desenvolvimento web e que entenda suas necessidades e demandas, consegue extrair ótimos resultados utilizando o Scriptcase.

Tá, mas afinal o que pretendia dizer com tudo isso?

A resposta é simples, pode-se concluir  que o ambiente Scriptcase foi criado para que, tanto pessoas que tenham pouco conhecimento em desenvolvimento consigam criar sistemas, quanto para facilitar e diminuir o tempo gasto no processo construtivo para aqueles desenvolvedores que tenham um sólido conhecimento em desenvolvimento. Isso mesmo, no final das contas, qualquer um que detenha pelo menos os conhecimentos mínimos requeridos é capaz de usar a ferramenta, e construir sistemas de forma rápida, colaborativa, segura e bem estruturada!

E agora  o que te impede de se juntar a comunidade de usuários Scriptcase?

infoPTBR

Não perca a oportunidade, ganhe tempo, reduza custos, facilite seu trabalho, produza bons resultados com o Scriptcase.

https://www.scriptcase.com.br/download/

Um grande abraço, até mais!

Compartilhe este post

Você pode gostar de…

Te pagam pelo seu sistema ou pelo seu código?

Para todos aqueles que desenvolvem sistemas e softwares todos os dias durante o trabalho, você...

Mas afinal o que é Business Intelligence?

Com certeza você já deve ter ouvido sobre essa expressão, BI ou Business Intelligence, a questã...

Características importantes para um Desenvolvedor Web

Talvez em algum momento você já tenha se perguntado quais seriam as habilidades necessárias para...

Comente este post

Receba novos posts, ofertas e muito mais toda semana.

Usaremos as informações fornecidas para lhe enviar newsletter e ofertas especiais por email. Você pode cancelar a inscrição quando quiser, clicando em um link no rodapé de qualquer e-mail que receber de nós, ou entrando em contato conosco pelo e-mail sales@scriptcase.net. Saiba mais sobre nossa Polícia de Privacidade.