Nesta oportunidade estarei explicando como trabalhar com web services dentro do scriptcase, diretamente com o PHP e com o uso da macro sc_webservice ().

Antes de tudo vamos começar entendendo que são propriamente webservices.

Web Services (Serviços da Web)

Podemos defini-los como uma tecnologia que usa um conjunto de protocolos e padrões que servem para trocar informações entre as aplicações; independente do idioma ou plataforma que foram desenvolvidos.

Nos web services podemos ter: informações, cálculos, processos de negócios e dados.

Eles são definidos em uma linguagem, como PHP por exemplo, e precisamos consumir em outras linguagens ou plataformas como JavaScript, iOS ou Android.

Isso porque existe a necessidade de se construir uma intercomunicação, e é exatamente nesse ponto onde os web services estão envolvidos.

Para melhorar a compreensão, observe o esquema da próxima imagem:

esquema-webservices

Entre os protocolos mais utilizados para gerenciamento de web services temos:

SOAP e REST -> estes são usados por linguagens de troca de dados ->

XML e JSON e consumidos no final por linguagens de programação como PHP ou JS.

Protocolo SOAP (Simple Object Access Protocol)

Simple Object Access Protocol: é um protocolo padrão que define como dois objetos em diferentes processos podem se comunicar por meio da troca de dados XML.

Vantagens:

  • É o protocolo tido como o mais conhecido ou tradicional, portanto atingi muitos desenvolvedores da velha escola, e isso representa mais alcance;
  • É um padrão W3C;
  • Baseado em XML;

Algumas desvantagens que podemos mencionar:

  • Problema de envio de muitos metadados, o que não é tão funcional para serviços móveis pois usa muita banda e gera lentidão.
  • Recomenda-se que seja consumido no mesmo servidor ou domínio.

Protocolo REST (Transferência de Estado Representacional)

Vantagens:

  • Alternativa mais simples se comparado ao SOAP;
  • Usa o protocolo HTTP para se comunicar entre sistemas;
  • Usa linguagens diferentes como (XML, JSON, texto simples);
  • Consome muito menos largura de banda;
  • Recomendado para serviços externos ou móveis;
  • Ela cresceu mais nos últimos tempos porque é mais simples e mais flexível;

Nessa categoria podemos mencionar também as bibliotecas como cRUL e funções como file_get_contents (), o que nos permite trabalhar lado a lado com serviços da web. Então vou explicar cada um deles:

CURL:

É uma biblioteca que permite fazer solicitações HTTP para transferir informações com a sintaxe de URL. No contexto do PHP, ele permite que você construa um script que literalmente se comporte como um navegador para fazer uma solicitação para outro servidor remoto.

file_get_contents ():

Transmiti um arquivo completo para uma string. Esta função é semelhante a file (), exceto que file_get_contents (), retorna o arquivo para uma string.

No Scriptcase, temos a macro sc_webservice (), que nos permite utilizar um webservice de uma maneira mais prática.

Sintaxe:

sc_webservice ( “Método”, “URL”, “Porta”, “Método de Envio”, “parâmetros Matrix”, “Configurações de matrix”, “Tempo de Espera”, “Return”)

Exemplo: usando a macro sc_webservice () com cURL:

$ Resposta = sc_webservice ( “curl”} {paypal_type, 80, “post” $ parms array (CURLOPT_RETURNTRANSFER => true, CURLOPT_SSL_VERIFYPEER => false), 30);

Se tiver interesse, você pode assistir o vídeo do nosso webinar sobre como trabalhar com webservice no Scriptcase:

O Scriptcase é a ferramenta de desenvolvimento web mais eficiente do mercado. Crie sistemas web completos integrados com soluções de Business Intelligence em minutos!

Conheça a licença que melhor atende à sua necessidade -> Opções de licença
Baixe e experimente nossa ferramenta! Baixar Scriptcase

Você pode gostar de…

Scriptcase usa MVC?

Talvez você em algum momento já possa ter pensado sobre essa questão,”será que o Scriptcase us...

Como implementar A2F usando desenvolvimento próprio em NodeJS em uma aplicação Scriptcase

No artigo anterior falamos sobre A2F com o Swivel como ferramente externa para integrar nossas aplic...

Desabilitando o preenchimento automático e autocomplete do navegador Chrome em telas de login

Olá. Aqui pretendo mostrar uma alternativa para desabilitar o preenchimento automático e o autocom...

Comente este post

Receba novos posts, ofertas e muito mais toda semana.

Usaremos as informações fornecidas para lhe enviar newsletter e ofertas especiais por email. Você pode cancelar a inscrição quando quiser, clicando em um link no rodapé de qualquer e-mail que receber de nós, ou entrando em contato conosco pelo e-mail sales@scriptcase.net. Saiba mais sobre nossa Polícia de Privacidade.