BI? Business Intelligence? Inteligência Empresarial? Nesse post você aprenderá sobre o que é, quais seus benefícios, e como funciona. Vamos lá!

 

O que fazer com a grande quantidade de dados gerados por diversos setores da empresa? Será que eles têm mais relevância quando trabalhados segmentadamente por área ou sua junção poderia agregar algum valor? O BI está aí para mostrar o quão valiosos são estes dados e como eles podem ser importantes na assertividade no momento da tomada de decisão.

 

O que é o Business Intelligence?

O Business Intelligence (BI) consiste em um processo de coleta e análise de dados de diversas fontes com o objetivo de convertê-los em informações relevantes. Este processo envolve a utilização de várias ferramentas, aplicações e metodologias para coleta de dados de sistemas internos e fontes externas para análise e consultas que serão utilizadas na criação de relatórios e painéis (dashboards).

pyramid

Quais os benefícios do BI?

Os benefícios de sua utilização são:

  • Melhor capacidade de análise;
  • Melhor acompanhamento dos processos de negócio;
  • Agilizar a montagem de informações;
  • Possibilitar o uso de indicadores de gestão;
  • Padronizar os acessos aos dados;
  • Padronização de regras de negócio;
  • Diminuição nos ciclos de fechamento, revisão e liberação de informações;
  • Automação de processos de informação.

 

Mas como reunir e tratar tantos dados?

Um sistema de BI pode conter diversas aplicações diferentes e com elas nós reunimos os dados, os tratamos, podemos visualizá-los de diversas maneiras, e até simular situações:

 

bi-componentes

– Databases

  • Toda companhia tem dados, e muitos, vamos tomar como exemplo alguns dados do varejo: estoque, informações de clientes, dados sobre promoções passadas e números de vendas. Estes dados podem estar alocados em diversos bancos de dados distintos.

 

– Data Warehousing

  • O Armazém de dados, ou Data Warehouseing, é uma coleta de dados de diversas fontes em um repositório central de dados, para que assim possamos cruzá-los.

 

– Data Mining (Mineração de Dados)

  • A Mineração de Dados ocorre a partir de um software que analisa uma massa de dados coletando informações sobre padrões de comportamento.

 

– Query Report / AdHoc ( Relatórios Variáveis ) –

  • É um modelo de inteligência de negócio (BI) no qual cada relatório é feito e distribuído para usuários a partir de parâmetros de segurança estabelecidos e determinação de quais objetos estes usuários poderão visualizar. São relatórios personalizados para o time para que o mesmo não precise solicitar, ao pessoal de TI, relatórios completos e com informações desnecessárias.

 

– Reporting ( Relatórios Fixos )

  • Os relatórios são uma condição necessária para partir para análise, e estes relatórios devem tornar um conjunto de dados complexos em dados simples, fáceis e precisos, principalmente através de gráficos. Eles devem incluir dados de histórico para serem monitorados ao longo do tempo; devem possibilitar a capacitação dos usuários com intuito de torná-los especialistas na sua área de negócio; e são utilizados para facilitar a tomada de decisão.

 

– Budgeting / Forecasting / Planning ( Planejamento )

  • Orçamentação, planejamento e previsão são um processo de três passos para a determinação e detalhamento das metas financeiras de longo e curto prazo de uma organização. O Planejamento descreve a direção financeira da empresa e expectativas para os próximos três a cinco anos. Na orçamentação os documentos como o plano global serão executados mês a mês, especificando as despesas. Já a previsão usa históricos dados para prever resultados financeiros para os futuros meses ou anos.

 

– KPI’s ( Key Performance Indicators )

  • São indicadores de acompanhamento que permitem aos gestores mostrar a eficiência, o desempenho, e a importância de processos aos seus liderados. Não podendo ser confuso, um KPI deve sempre direcionar a uma ação clara e bem definida e seu valor deve ser percebido facilmente por todos os colaboradores da empresa.

 

– BPM’s ou CPM’s ( Medidores de Performance )

  • O Business Performance Management (Gerenciador de Performance Empresarial) e o Corporate Performance Management (Gerenciador de Performance Corporativa) são utilizados numa etapa pós-BI. Ambos são um conjunto de análises para monitorar a empresa quanto a seu comportamento perante alguns indicadores, e ambos são unidos a uma estratégia de gestão e acompanhamento.

 

– What-If’s ( Simulações )

  • What-If’s (E Se) são análises interativas (simulações) que permitem a substituição de um valor variável em uma conta / gráfico e observar instantaneamente o efeito desta mudança no valor final, muito comuns no Exel.

 

– Dashboards

  • Exercendo função vital nos processos de BI os Painéis de Acompanhamento são uma ferramenta de visualização de dados que mostram o atual status das métricas e indicadores de performance (KPIs). Permitem uma análise visual de cruzamentos valiosos de dados.

preview-scriptcase-

 

Essas são algumas das aplicações utilizadas em BI, porém algumas outras podem ser adicionadas ou excluídas segundo a necessidade de cada negócio.

 

Estão sendo implementadas novas funções de BI na nova versão Scriptcase 9, venha conferir!

Você pode gostar de…

Deep Data Perspective – Modelos e Processos de Negócios

Ouça o podcast e aprenda a reconhecer os processos e modelos de negócios da Deep Data Perspective ...

Deep Data: Descobrindo Informações Críticas para seu Negócio

O Deep Learning pode dá origem a algo chamado Deep Data. Descubra sua criticidade no seu negócio e...

Business Intelligence vs Business Analytics – Diferenças e Oportunidades

Como diferenciar de uma vez por todas Business Intelligence de Business Analytics? Veja Agora como a...

Comente este post

Receba novos posts, ofertas e muito mais toda semana.